Esclareça as suas dúvidas acerca do varejo digital!

7 minutos para ler

A tecnologia é uma excelente aliada para as empresas de varejo otimizarem as operações, pois a automação tem influência direta no aumento da competitividade e nos lucros. Diante desse cenário de mudanças, as empresas precisam se adequar a essa nova realidade. Aí surge a opção de entrar para o mercado do varejo digital. Mas até que ponto essa é uma boa decisão?

A introdução de softwares e equipamentos automatizados vem ganhando mais espaço e importância para um empreendimento. Além disso, o comportamento dos clientes tem mudado. Os consumidores têm feito cada vez mais uso de e-commerces. Tanto é verdade que o comércio online já fatura a cifra de 100 milhões de reais por ano.

Você ainda não migrou a sua empresa para o varejo digital? Quer conhecer mais sobre esse movimento e as tendências para os próximos anos? Neste post, você vai conhecer as principais informações sobre o varejo digital. Boa leitura!

Quais são as tendências tecnológicas no varejo digital?

O varejo digital abrange a ideia de um ambiente comercial marcado pela flexibilidade, praticidade, integração e grande potencial de adaptação. Essa disrupção no varejo permite fornecer um serviço personalizado e mais ágil.

Conheça, a seguir, alguns exemplos de soluções tecnológicas que vêm ganhando cada vez espaço no mercado do varejo digital e que prometem mudar a forma como as empresas atuam no comércio online.

Heatmapping

O heat map sinaliza os pontos de uma plataforma que mais chamam a atenção e atraem os usuários. Para isso, o sistema usa uma câmera que tem a capacidade de identificar pontos de calor, ajudando a conhecer quais são as partes da loja mais visitadas e que costumam atrair mais a atenção dos clientes (quanto tempo cada pessoa passa no local e qual percurso elas mais fazem).

Essa ótima ferramenta permite conhecer melhor as preferências e os hábitos de consumo do público-alvo. Quando usada no varejo digital, essa tecnologia ajuda a saber como os clientes se comportam durante as compras. A partir dos dados, também fica mais fácil criar estratégias para melhor ainda mais a experiência dos clientes, como o reposicionamento dos produtos, por exemplo.

Gôndola Virtual

É uma forma de levar a loja para onde o ciente estiver, facilitando e otimizando a jornada de compras. A característica mais marcante é que não há a necessidade de que o produto esteja presente no momento da compra.

Para isso, existem painéis que contêm as informações do item a ser comercializado, como fotos, valor e especificações técnicas. Assim, basta o cliente selecionar o produto, inserir no carrinho a quantidade desejada e concluir a negociação. Tudo de forma rápida e sem filas, garantindo a agilidade que o consumidor moderno tanto aprecia.

Beacon technology

A tecnologia possibilita a localização de um celular smartphone por meio de bluetooth com exatidão. Essa funcionalidade ajuda a controlar e monitorar o fluxo interno de movimentação da loja física em tempo real. Os dados emitidos vão ser úteis para conhecer melhor o comportamento dos consumidores e personalizar as próximas estratégias, como a criação de promoções.

Quais são as vantagens do varejo digital?

A implementação do varejo digital traz benefícios para o consumidor e para o empresário. Esse sistema tudo para melhorar os resultados da empresa. Confira as maiores vantagens desse modelo.

Setor está em expansão

A necessidade de distanciamento social contribuiu diretamente para o crescimento do varejo digital. Pesquisa feita pelo Neotrust/Compre&Confie apurou que esse setor faturou R$ 33,4 bilhões apenas no terceiro trimestre de 2020, valor que demonstra uma grande expansão, em comparação com demais períodos do ano — se trata de um aumento de 76% em relação ao ano passado.

Mercado amplo

O varejo digital não tem um campo de atuação limitado. Pelo contrário, ele tem o potencial de alcançar um maior número de consumidores, uma vez que ele traz uma maior visibilidade da marca. Isso é possível por meio do investimento em estratégias corretas de marketing e divulgação.

Custos operacionais reduzidos

Uma loja virtual dispensa os gastos com aluguel de ponto comercial, a compra de aparelhos específicos, despesas com a manutenção do espaço e a contratação de equipe, o que acontece com a loja física.

Atendimento 24 horas

O varejo digital funciona no horário integral sem a necessidade de ter uma equipe à sua disposição. Sendo assim, o cliente pode fazer as compras no momento em que achar mais oportuno, independente de ser horário comercial ou não. Além disso, ele tem acesso a vários canais para o suporte, como chatbots, e-mail e WhatsApp.

Quais são os principais cuidados a serem tomados?

O varejo digital apresenta alguns desafios ao longo de seu caminho de consolidação. Confira os maiores cuidados que os empresários precisam ter ao implementar esse novo sistema:

  • segurança cibernética para evitar ataques e o vazamento de dados;
  • acesso a ferramentas modernas e eficientes;
  • capacitação da equipe para atuar nesse novo setor;
  • criação de uma experiência individual para cada cliente;
  • oferecer variedade de produtos em cada loja;
  • colaboração das equipes de todas as fases da cadeia de suprimentos.

Como implementar o varejo digital?

O mercado digital é marcado pela cultura das provas e descobertas. Sendo assim, vale experimentar novas estratégias para saber se elas vão dar certo no final. Caso contrário, devem ser criadas novas técnicas. Confira, a seguir, algumas situações de como consolidar esse sistema na empresa.

Redes Sociais

As mídias sociais aumentam a visibilidade da marca e proporcionam uma proximidade maior com o público-alvo e os consumidores. Mas para isso, é importante interagir com os seguidores e oferecer conteúdos relevantes e serviços de qualidade. Além disso, as redes sociais podem ser integradas com o e-commerce e funcionarem como um ponto de vendas.

E-commerce

O e-commerce é um canal de venda rápido, prático e em pleno crescimento, especialmente em tempos de pandemia e isolamento social. De fato, as lojas online tendem a crescer cada vez mais para os próximos anos.

Omnichannel

Essa tecnologia integra todos os canais de vendas e permite ampliar a experiência de compra dos clientes. Assim, o consumidor tem a capacidade de concluir uma compra por meio de um e-commerce e depois que receber a mercadoria em casa, ele pode trocar o produto na loja física. Isso é possível porque há uma grande interação entre os canais e setores da empresa.

O varejo digital é um fenômeno que veio para ficar. Esse modelo disruptivo de comércio possibilita a manutenção do negócio no mercado e proporciona a ampliação de resultados cada vez maiores para a empresa. Portanto, não perca mais tempo e comece já a implementar esse modelo nos seus negócios!

Quer continuar conhecendo mais sobre esse e outros assuntos? Assine a nossa newsletter e receba nossos materiais diretamente na caixa de entrada de e-mails!

Cases de sucesso Simplus
Posts relacionados

Deixe um comentário