Entenda como aplicar o trade marketing farmacêutico para ampliar resultados

6 minutos para ler

O trade marketing farmacêutico é uma das excelentes alternativas quando o assunto é buscar competitividade. Nesse campo, é fundamental desenvolver o máximo de estratégias que possam ser estruturadas e combinadas para tornar a oferta da empresa mais atrativa, de modo a aumentar a participação no mercado, fidelizar clientes e se posicionar frente à concorrência. 

O motivo é simples: todas as organizações concorrentes fazem isso o tempo todo, o que impede que qualquer uma delas se mantenha líder ou bem colocada se ficar parada. Por isso, é melhor pensar a respeito. Confira este conteúdo sobre o assunto e entenda como aplicar o trade marketing no setor farmacêutico!

O que é trade marketing farmacêutico?

Você vai encontrar definições variadas de trade marketing, mas nem todas são precisas como deveriam, tão pouco deixam claro o que realmente é o modelo. Então, vamos começar resolvendo esse problema, explicando o conceito. 

Basicamente, podemos defini-lo como uma disciplina do marketing que age para aumentar e melhorar as trocas na cadeia produtiva: indústria, distribuição e varejo. Ou seja, no lugar de aplicar ações apenas junto ao cliente, buscando convencê-lo à decisão favorável, por meio deste modelo, o marketing atua em toda a cadeia e em cada processo, desde a indústria até a farmácia, com o objetivo de tornar esse ciclo mais efetivo e competitivo.

Funcionamento

O funcionamento ocorre com base em relações cooperativas, coordenadas e sistêmicas. Ao agir desse modo, a indústria busca garantir o fornecimento e a disponibilidade do produto para o consumidor final. Ao mesmo tempo, incentiva os intermediários para que atuem de modo cooperado e com base em uma sequência lógica, que tem continuidade.

Como resultado, são aplicadas ações de promoção no varejo para garantir a exibição destacada do produto, um bom posicionamento de marca, mais espaço nas prateleiras e até mesmo aumento do boca a boca.

Para produtos que não exigem a ajuda do atendente como, na maioria das vezes, pasta de dente, desodorantes e pastilhas aromáticas, o fabricante pode dar alguns descontos, ou margens melhores, brindes e outras formas de incentivo, buscando criar as condições ideais para que o produto esteja disponível para o cliente, com a variedade e preço ideais.

Um bom exemplo dessa eficiência pode ser observada com algumas marcas de refrigerante, que chegam a operar de forma exclusiva em algumas regiões e estabelecimentos, o que pode ser considerado um resultado de trade marketing.

Para que o entendimento sobre essa estratégia fique totalmente claro para você, ainda é preciso considerar o papel do marketing que ocorre no varejo para o desenvolvimento da marca de um produto. Para que ele seja efetivo, é fundamental seguir as recomendações que relacionamos nos próximos tópicos.

Como aplicar o trade marketing no setor?

Antes de tudo, saiba que a lista abaixo foi definida com base nas teorias de especialistas sobre o tema, que evidenciam a importância do foco na marca, nos processos e nas pessoas. Confira!

Fortaleça a cultura do trade marketing

Os colaboradores precisam participar e entender o papel que exercem no trade marketing. Enquanto isso não ocorre, pode haver problemas e inconsistências, pois trabalham focados nas suas tarefas mais evidentes, sem pensar sobre o impacto que elas geram nas outras etapas.

Isso ocorre até mesmo internamente, mas fica ainda mais evidente quando pensamos em toda a cadeia produtiva. Além disso, o trade marketing não é apenas sobre um sistema estruturado e funcional, que integra a indústria com a distribuição e o varejo, mas também envolve a interação e a comunicação entre as pessoas. 

Use dados precisos e abrangentes

Quanto maior a abrangência de um processo, maior a necessidade de usar dados e relatórios de controle, bem como plataformas de compartilhamento e gestão. Uma pequena farmácia em uma cidade isolada, com poucos habitantes, por exemplo, é mais facilmente controlada. O farmacêutico possivelmente conhece todos os clientes, talvez desde a infância, o que permite a ele conhecer todas as necessidades, desejos e até o histórico de saúde.

Já uma rede operando em uma grande cidade tem uma necessidade muito maior de levantar dados sobre as demandas dos clientes. Se pensarmos em uma indústria, que pretende agir em várias dessas grandes redes e até nas muitas pequenas farmácias, fica impossível trabalhar sem informação.

Integre as operações com tecnologia

A tecnologia resolve muito bem esse problema de controle da informação, possibilitando o marketing de relacionamento desde a invenção dos sistemas de gestão e dos CRMs. Hoje em dia existem as plataformas digitais, que permitem integrar ações de modo abrangente e eficiente.

Como resultado, a comunicação flui com uma dinâmica adequada à velocidade que a rotina moderna exige. Além disso, a integração elimina retrabalho, aumenta a produtividade e diminui a quantidade de erros simples, que podem ocasionar grandes problemas, desde o momento de cadastro de produtos.

Estabeleça metas comuns

Os objetivos costumam ser vistos como fundamentais para apontar a condição que desejamos alcançar ou o lugar aonde queremos chegar, mas eles também são determinantes para a criação de sinergia entre equipes. Formalizar parcerias e definir ações com base em metas faz com que todos trabalhem focados nos interesses comuns e de modo cooperativo. 

Planeje com sinergia

Em ações coordenadas e integradas é impossível trabalhar sem um plano definido. Quando uma empresa é administrada por uma pequena equipe, ocorre um efeito muito parecido com o exemplo da pequena farmácia. Mesmo que as pessoas improvisem e atuem sem planejamento, podem agir de acordo com o curso dos acontecimentos e conseguir evitar problemas — ainda que não seja o ideal.

Mas uma operação maior precisa de um calendário de trade marketing e um planejamento estruturado, que forneça a informação detalhada para cada participante do projeto, sobre como agir em cada fase dos processos.

Fortaleça a marca

Essencialmente, o trade marketing é sobre fortalecimento de marca. Ele opera de modo a, por exemplo, garantir que a visibilidade dos produtos contribua para a construção da marca. Cada detalhe, promoção, interação e canal deve ser pensado com base nos objetivos de branding e de modo cooperado. 

Antes de concluir, saiba que nossa intenção com estas dicas sobre trade marketing farmacêutico é sugerir alternativas capazes de garantir a sustentabilidade do negócio. Com a transformação digital, as empresas dos mais diversos setores estarão cada vez mais pressionadas para atuar com o máximo de integração e sinergia em toda a cadeia.

E, já que estamos falando de integração e interação, compartilhe este post nas suas redes sociais preferidas para que seus amigos também fiquem por dentro do assunto!

Cases de sucesso Simplus
Posts relacionados

Deixe um comentário