Tendência de negócios: A automação industrial e a agilidade nos negócios

Tendências de negócios
12 minutos para ler

O empreendedor inteligente que deseja impulsionar as atividades da sua empresa sabe que precisa acompanhar as tendências de negócios Esse cuidado influencia as atividades e é fundamental para fazer planos, elaborar estratégias e garantir a competitividade. Afinal, o mercado é dinâmico e tem se tornado cada vez mais competitivo. Nesse sentido, é essencial estar de olho nas novidades que estão surgindo.

Entre as mais marcantes é a tendência da automação, tecnologia importante para a indústria e o varejo, e fundamental para qualquer empresa, independentemente do estágio de maturidade digital em que ela se encontre. De fato, ela é um requisito de estruturação para que as empresas sigam na direção da Transformação Digital.

Quer saber mais sobre o assunto? Preparamos este post para que você conheça as tendências de negócios para os próximos anos e para que entenda mais sobre as vantagens que a automação industrial trará para o mercado e sua importância para a inovação. Boa leitura!

O conceito de automação industrial

A automação industrial é a execução autônoma de tarefas, procedimentos e processos que se baseiam na aplicação de um sistema inteligente, que permite o trabalho conjunto entre as pessoas e as máquinas, de modo a dar mais agilidade e qualidade às operações.

Além disso, por meio da automação, os softwares e plataformas tecnológicas assumem certo nível de controle na execução de processos com o uso de recursos e dispositivos de monitoramento, como sensores.

Nesse sentido, a automação industrial não se refere apenas ao mero uso de robôs e máquinas. O conceito vai muito além disso. Trata-se de um amplo processo que envolve a aplicação de tecnologias modernas e de grande poder que otimizam as operações das indústrias.

A Transformação Digital e a automação

No cenário atual, a Transformação Digital causa impactos diretos na forma de desenvolver os produtos e conduzir os processos nas empresas. Sendo assim, é certo afirmar que a automação tem um papel determinante na viabilização das mudanças em curso dentro dos empreendimentos.

Isso acontece principalmente se você considerar a automação que se utiliza da inteligência artificial e dos sensores de internet das coisas (IoT). Em conjunto, essas duas tecnologias são capazes de executar e monitorar automações sofisticadas.

No entanto, uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), indica que 73% das indústrias que adotam tecnologias digitais o fazem na etapa de processos, 47% as usam para desenvolver a cadeia produtiva e apenas 33% em novos produtos e modelos de negócio.

O que o estudo revela é que a indústria brasileira se dedica inicialmente à otimização de processos para, em seguida, se mobilizar para elaborar novos modelos de negócio, capazes de entregar soluções melhores para o consumidor.

Os benefícios da automação

Mesmo que a indústria brasileira possa estar atrasada nesse processo, o ganho de produtividade da automação permite um foco mais estratégico, o que pode servir de justificativa para esse movimento inicial.

Conheça, a seguir, os benefícios da automação como uma das principais tendências de negócios.

Alinhamento com processo de Transformação Digital

Parte importante do processo de Transformação digital depende da automação, especialmente na indústria. Com o desenvolvimento e o aumento da velocidade de comunicação na indústria, permitindo um número maior de dispositivos conectados simultaneamente, mais sensores poderão ser usados para monitorar equipamentos, agilizar a manutenção e automatizar os processos.

Nesse contexto, muitas vagas serão assumidas pela tecnologia, seja no chão de fábrica, seja no escritório, transformando e otimizando os processos produtivos. Esse é um movimento da Transformação Digital que não tem volta.

Contudo, ele não ocorre apenas no setor de produção. Envolve a comunicação com o varejo, os sistemas de venda, relacionamento e assistência técnica. Todos eles sofrerão impacto da automação, viabilizando a Transformação Digital.

Agilidade na rotina

O ganho com agilidade é muito mais uma característica da automação do que propriamente um benefício, pois está intrínseco na aplicação das tecnologias de automação.

Ou seja, ele tende a ocorrer independentemente da excelência aplicada na implantação. Ainda assim, o seu reflexo positivo na operação da empresa é marcante, especialmente por permitir entregar um serviço mais eficiente ao consumidor.

Diminuição de erros

Imagine quantos erros ocorrem quando um funcionário de um varejista transcreve periodicamente dados sobre um produto de um material gráfico. Ao automatizar parte ou o todo desse processo, disponibilizando e compartilhando essas informações no formato digitalizado, a indústria evita que ocorram erros de digitação.

Melhora da qualidade

A automação industrial tem o potencial de aumentar o nível de qualidade dos processos, uma vez que as tecnologias otimizam as operações e permitem trabalhar de acordo com o padrão estabelecido e com checagens imediatas. Nesse sentido, é importante mencionar que um bom sistema de automação é capaz de verificar o resultado dos processos em tempo real.

Aumento da produtividade

O aumento de produtividade é o ganho mais natural da automação. As máquinas processam dados e executam tarefas mecânicas, principalmente as que exigem força, com muito mais rapidez e eficiência.

Exemplos de automação 

Vejamos, nos tópicos abaixo, alguns exemplos de automação.

Automação de vendas e marketing

A automação de vendas e marketing se dá por movimentos distintos. De um lado, existem eficientes automatizações para disparar e-mails, enviar relatórios de desempenho e publicações simultâneas de conteúdo nas redes sociais e nas páginas da empresa, por exemplo.

De outro, é cada vez mais comum a aplicação de sistemas de atendimento automatizados — muitas vezes, possibilitando o autoatendimento. Com recursos como assistentes virtuais com inteligência artificial, algumas dessas soluções oferecem alto nível de personalização e um atendimento muito semelhante ao realizado por um profissional humano — até mais eficiente, em alguns aspectos.

Automação de máquinas 

Especialmente na indústria, a automação de máquinas vem sendo adotada em ritmo acelerado e com resultados impressionantes. Sistemas de IoT, por exemplo, são capazes de identificar o aquecimento exagerado da peça de um equipamento, acionando imediatamente a manutenção.

Algumas indústrias operam sem nenhuma interferência humana no processo de produção, diminuindo erros, tempo de produção e custos envolvidos.

Automação de cadastros

Note que a Transformação Digital e todo o caminho que seguimos em direção a ela fazem com que as empresas precisem operar com uma quantidade maior de canais e unidades, o que tem impacto especial no varejo.

Além disso, o setor se convenceu de que, para entregar uma experiência superior para o cliente, é fundamental que os processos sejam administrados com base no fluxo de toda a cadeia, e não apenas no de cada empresa participante.

Nesse aspecto, o erro de um fornecedor pode ter efeito na entrega do produto para o cliente final. Essa realidade torna necessário que a automação de cadastros permita o compartilhamento de dados e informações de forma segura, em tempo real e com facilidade de acesso.

Como solução, uma plataforma de cadastro de produtos, por exemplo, permite que, de forma automatizada, uma indústria compartilhe dados, imagens, conteúdo promocional e técnico com cada um de seus clientes.

Tendências de automação industrial

Conheça, a seguir, as maiores tendências de automação industrial que estão sendo introduzidas nas empresas e têm tudo para sofrerem uma grande expansão para os próximos anos.

Inteligência artificial

Essa tecnologia vem sendo muito utilizada nas indústrias de produção, em alta escala, como é o caso do setor automobilístico e naval. A Inteligência Artificial viabiliza a produção de materiais em grande quantidade e alta qualidade. A grande vantagem é a necessidade de poucos controladores, no sentido de que eles atuam observando o desempenho de máquinas.

Basta que os colaboradores programem a máquina para que ela execute as suas funções, conforme as ordens dadas.

Inteligência artificial (IA) é um ramo das ciências da computação, que consiste no estudo, desenvolvimento e utilização de máquinas com o objetivo de serem empregadas simulando o raciocínio e as atividades humanas, de modo autônomo. Esse ramo da tecnologia está ligado à robótica e Machine Learning (Aprendizagem de Máquina), por exemplo.

Internet das coisas

Deu para perceber que a maioria dessas novas tecnologias envolve a conectividade via internet? A Internet das Coisas consiste no uso de itens conectados com a internet que têm a capacidade de coletar, processar e trocar dados, por meio de sensores, circuitos eletrônicos e softwares. Esses sensores têm o potencial de fazer o envio de dados por meio de gigabytes em poucos segundos, de modo que os comandos possam ser recebidos e cumpridos em tempo praticamente real.

Trata-se, assim, de um conceito de interconexão digital de objetos de uso cotidiano que envolve a conexão dos objetos físicos com a capacidade de reunir e fazer a transmissão de dados. Essa tecnologia é uma tendência que ganha cada vez mais destaque nos negócios e que tem tudo para ganhar mais força.

Realidade aumentada

A realidade aumentada consiste na integração de elementos que estão presentes no mundo real e que podem ser mais bem visualizados por meio de uma câmera especial e graças ao uso de sensores de movimento, como é o caso do giroscópio e do acelerômetro.

Sendo assim, há uma mistura entre o mundo real e o virtual, o que promove uma interação mais real entre ambas as dimensões e possibilitando a realização de tarefas, que antes eram consideradas mais difíceis e até mesmo praticamente impossíveis.

Diferente da realidade virtual, a realidade aumentada dispensa o uso de headsets, óculos especialmente criados para essa finalidade e outros equipamentos adicionais. Na verdade, é necessário uma câmera do dispositivo e um app de Realidade Aumentada.

Realidade virtual

A realidade virtual é uma ferramenta muito útil para a área dos negócios. Essa tecnologia de interface permite a interação entre o usuário e um sistema operacional específico por meio de recursos gráficos 3D e de imagens 360º, com o intuito de proporcionar ao usuário uma experiência totalmente nova, como se ele estivesse vivenciando novas percepções em um ambiente virtual diferente do real.

A tecnologia induz provoca o uso de efeitos visuais e sonoros, proporcionando uma grande imersão em um universo virtual simulado.

Big Data

Big Data é uma tendência que tem tudo para alcançar níveis cada vez maiores para os próximos anos. Essa tecnologia implica a coleta, análise, interpretação e armazenamento de um grande volume de dados que circulam em uma empresa, por exemplo. Há o processamento de dados não estruturados em grande velocidade.

O processamento desses dados traz informações importantes que permitem uma análise eficiente que proporciona uma noção maior e mais completa sobre a situação da empresa, identificando e solucionando problemas e propiciando escolhas mais acertadas com o intuito de garantir a continuidade das operações.

Computação em nuvem

A computação em nuvem permite o armazenamento de uma grande quantidade de arquivos em um ambiente online totalmente seguro. Essa tecnologia garante que os dados serão mantidos com segurança e livre de riscos, como é o caso de invasão por terceiros mal-intencionados que podem destruir e furtar informações valiosas para a empresa.

A robótica aliada ao processo de automação industrial

A robótica tem se tornado uma grande aliada para os processos de automação industrial. É cada vez mais comum a implementação de robôs criados para executar atividades industriais, como soldar peças, fazer corte de materiais e movimentar máquinas, além de atuar em tarefas consideradas mais perigosas e que trazem riscos para os seres humanos, como carregar grandes pesos. A grande consequência é a melhora na eficiência e na qualidade das operações.

É importante mencionar que a robótica não visa substituir o trabalho dos seres humanos. Essa tecnologia foi criada e vem sendo introduzida nas indústrias com o objetivo de auxiliar a rotina, complementando o trabalho e viabilizando a integração de mão de obra automatizada.

Um exemplo é o uso de robôs AMR que atuam propiciando a maior interação e integração entre as pessoas, os processos e demais tecnologias. Essas ferramentas conseguem mapear os ambientes e efetivar o carregamento de materiais pesados de um local até outro ponto, de um modo logístico mais fácil e com menos custos.

Agora que concluímos nossa reflexão sobre essa importante tendência de negócios, vale a pena se esforçar para mensurar o tempo gasto, por exemplo, com a distribuição manual de informações sobre seus produtos.

Esse é um procedimento importante para que você possa analisar, de modo mais claro e transparente, o verdadeiro custo de conviver com a falta de automação. Certamente, a automação é um investimento que valerá muito a pena para a sua empresa!

A sua empresa já começou a investir nessas tendências de negócios e aplicar essas ferramentas automatizadas nas operações? Quais foram os resultados alcançados? Deixe um comentário abaixo contando a sua experiência!

Cases de sucesso Simplus
Você também pode gostar

Deixe um comentário