Ruptura de estoque: o que é, quais as causas e como evitar?

4 minutos para ler

Dado o período de pandemia pelo qual estamos passando, a procura por produtos no ambiente digital, ou seja, no e-commerce, aumenta, podendo ocorrer a ruptura de estoque. No entanto, o que esse termo significa? Ele trata de uma situação um pouco comum, mas que deve ser evitada.

Estamos falando sobre quando um cliente vai até o estabelecimento ou ao e-commerce da loja pretendida e não encontra o produto que procura devido à falta de estoque. Esse fator pode fazer com que a aquisição seja feita com o concorrente.

Como evitar, principalmente nesse período um tanto crítico, a perda de vendas e garantir um bom faturamento para o seu negócio? É o que vamos abordar nesse post!

Quais são as causas da ruptura de estoque?

Diversos fatores podem motivar essa ocorrência, porém o principal está relacionado às práticas de gestão ineficientes. A análise de diversos artigos acadêmicos sobre o tema traz as causas mais comuns, organizadas em três grupos:

  • planejamento: causada por fatores como problemas na frequência da reposição, imprecisão de informações e dificuldades no ciclo de reposição de itens, datas de fornecimento que não estão alinhadas com a demanda do produto pelo seu público;
  • processamento dos pedidos: obstáculos causados por erros nos históricos de vendas e por falhas no pedido, provocando atrasos e exigindo trocas;
  • ciclo de reposição: escassez de promotores ou repositores, problemas de fornecimento da própria fábrica, falhas durante o processo de recebimento, furto ou roubo das cargas antes que o fornecimento seja feito.

Como evitar esse problema?

Algumas rotinas podem ser adotadas no seu comércio para evitar a ruptura de estoque e garantir um serviço de melhor qualidade ao cliente, deixando-o tranquilo e com a certeza que encontrará o que precisa. Destacamos a seguir os mais importantes.

Controlar o estoque

Sem uma gestão eficiente do estoque, fica difícil controlar a oferta de produtos e mantê-la sempre disponível para os clientes. Com um controle efetivo, é possível planejar a reposição com mais eficiência e fazer com que ocorra em tempo hábil, evitando a ruptura.

Revisar o cadastro de produtos na loja

Com um cadastro organizado e constantemente atualizado, é possível acompanhar não só o estoque, como também entender qual produto tem mais saída e precisa ser reposto com mais frequência para que a ruptura não ocorra.

Evitar a divulgação de produtos em falta no estoque

Com um controle mais preciso do estoque e a revisão constante do cadastro de produtos, é possível fazer uma divulgação mais centrada nos itens que estão em excesso ou próximos da data de validade. Assim, você consegue evitar a perda de produtos e concentrar a demanda de acordo com a disponibilidade do estabelecimento.

Monitorar os prazos de entrega

Alguns fornecedores conseguem cumprir bem com os prazos, outros têm dificuldades e podem acabar atrasando um pouco as entregas. Por isso, vale a pena acompanhar se essas datas estão sendo cumpridas. Isso faz com que você consiga prever quando chegará a reposição e organizar os produtos nas prateleiras, além de garantir que os pedidos para as próximas remessas cheguem antes do item acabar.

Apresentamos aqui o que é a ruptura de estoque e como você pode evitá-la com uma administração mais cuidadosa, mesmo em momentos de crise. Com um bom planejamento, é possível oferecer serviços de alta qualidade e cativar o cliente, mantendo assim um público fiel ao seu estabelecimento.

Quer saber como podemos ajudar? Entre em contato conosco, conheça os nossos serviços de cadastro de produtos e saiba como podemos auxiliar para uma gestão de estoque mais confiável na sua empresa!

Cases de sucesso SimplusPowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário