Reposição de estoque: 4 dicas para se preparar durante o contexto atual

4 minutos para ler

Você sabe como fazer uma boa reposição de estoque? Em tempos de pandemia de COVID-19, o e-commerce tem sido a principal alternativa de venda de produtos e, por isso, estar com o armazenamento preparado é fundamental.

O momento atual exige que as empresas se adaptem para lidar com a nova demanda. Fazer a reposição da forma correta é uma atividade-chave para garantir a eficiência das entregas aos clientes que têm, mais do que nunca, comprado online.

Pensando nisso, criamos este post. Nele, daremos 4 dicas de como se preparar durante o contexto atual e como tratar o estoque de maneira adequada. Acompanhe!

1. Planeje a compra dos produtos

O primeiro passo é fazer um planejamento de tudo o que precisa ser comprado e em qual quantidade para suprir a demanda. Os produtos com maior procura devem ser sempre repostos, o que não quer dizer que seja necessário comprar esses itens em grandes quantidades sem se planejar antes.

O ideal, neste caso, é trabalhar com a reposição de estoque em menor escala. Dessa forma, além de conseguir gerir esse processo de maneira mais efetiva, é possível evitar desperdícios sem precisar de um espaço físico tão grande para armazenar a mercadoria.

2. Mantenha um controle de estoque rigoroso

Controlar os itens que entram e saem do estoque é extremamente necessário para que o negócio continue girando. Para isso, nada melhor do que contar com um sistema digital que possa realizar essa tarefa de modo a oferecer mais segurança e ganho de tempo para o empreendedor, que não precisará mais fazer todo o processo manualmente.

O sistema de gestão de estoque oferece diversas possibilidades, como maior consistência nos dados e menos inclinação ao erro de cadastro. Além disso, ele ainda facilita o acompanhamento da movimentação das mercadorias dentro do próprio espaço físico onde elas estão localizadas.

3. Estreite a relação com os fornecedores

A relação entre você e seus fornecedores deve ser de parceria. Isso porque o trabalho deles pode ter influência direta nos resultados do seu negócio, seja ela de forma positiva ou negativa. Se não houver um bom relacionamento entre as duas partes, será muito difícil que ela seja duradoura.

Contar com bons fornecedores e investir em uma boa relação com cada um deles oferece benefícios como a negociação de condições de pagamento. Outro ponto em que eles interferem diretamente no estoque do seu negócio é na entrega dos produtos. Se eles cumprirem o prazo, é possível ter mais controle sobre as mercadorias. Por esse motivo, só escolha os melhores.

4. Diversifique os produtos

Uma boa solução para organizar o estoque do seu negócio é trabalhar na diversificação dos produtos. Pense em como pode ser melhor ter uma quantidade razoável de mercadorias diferentes em vez de ter muito de um tipo só.

Dessa forma, será possível aumentar as chances de venda, já que a sua empresa poderá atender à demanda por qualquer produto e evitar a ruptura de estoque. Esse é um dos casos, porém, em que é preciso fazer um estudo prévio sobre as vantagens de diversificar a oferta para não correr o risco de as mercadorias encalharem.

Como você pôde perceber, é extremamente importante dar uma maior atenção à reposição de estoque do seu negócio no contexto atual da pandemia causada pelo novo coronavírus. Além disso, também é preciso ficar atento às demais atividades do processo, como a entrega dos produtos aos clientes.

Gostou do assunto do texto? Então aproveite e assine a nossa newsletter agora mesmo para receber outros conteúdos relevantes diretamente na caixa de entrada do seu e-mail!

Cases de sucesso SimplusPowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário