Previsão de demanda: o guia completo sobre o assunto!

previsão de demanda
12 minutos para ler

À medida que mais pessoas começam a comprar e vender produtos online, a complexidade da indústria de alimentos aumenta. Quanto maior o número de artigos, mais difícil se torna catalogar e organizar todos os dados. Isso, porque o acesso às informações é importante para fazer uma boa previsão de demanda.

Afinal, os itens que as empresas podem vender continuam se diversificando. Nesse sentido, a capacidade de analisar dados de vendas e rapidamente prever tendências se tornou indispensável para toda empresa que deseja prosperar.

Para você entender melhor, vamos apresentar o conceito de previsão de demandas, mostrar como funciona, qual a sua importância, como se relaciona com a tomada de decisões, quais os principais métodos, como coletar dados e o que a Simplus pode fazer para ajudar. Boa leitura. 

O que é a previsão de demandas?

É o processo de usar dados históricos para estimar a demanda futura de seu produto ou serviço. A previsão da demanda fornece informações vitais sobre a movimentação ou ruptura de estoque, fluxo de caixa, margens, avaliações de risco e muito mais.

Os objetivos dela são: planejamento financeiro, de vendas, marketing e mão de obra, política de preços e de fabricação, expansão de capacidade e noção de gastos.

Como funciona?

Existem várias maneiras pelas quais as empresas podem prever a demanda. Todos os modelos utilizam dados e análises durante períodos específicos.

Nível macro

Examina as condições econômicas gerais, forças externas e outras coisas amplas que impactam o comércio. Esses fatores mantêm os negócios atualizados sobre oportunidades de expansão de portfólio, informações de pesquisas de mercado e outras mudanças no ambiente de varejo.

Nível micro

A previsão de demanda no nível micro pode ser específica para um setor, negócio ou segmento de clientes (por exemplo, examinar a demanda por desodorante natural para consumidores da geração Y em São Paulo).

Curto prazo

Geralmente, essa previsão de demanda é feita para um período inferior a 12 meses, a fim de analisar o dia a dia (por exemplo, o planejamento das necessidades de produção para uma promoção Black Friday).

Longo prazo

Ajuda a identificar e planejar a sazonalidade, padrões anuais, capacidade de produção e expansão por um longo período de tempo. Isso impulsiona a estratégia de negócios a longo prazo (por exemplo, planejar o lançamento de uma instalação ou loja fora do país e expandir para novos mercados).

Qual a importância?

Os métodos de previsão são a principal ferramenta usada pelas indústrias em todo o mundo. As organizações os utilizam, principalmente, para implementar estratégias de produção que permitam que suas instalações operem com mais eficiência e economia de custos.

Sem métodos adequados, o seu produto pode ficar aquém do exigido pelo consumidor e, finalmente, custar mais dinheiro que o necessário. A principal vantagem geral de investir na previsão de demanda é o acesso a informações valiosas na hora de tomar decisões importantes sobre o futuro da empresa. 

Por meio desse recurso, a estratégia de longo prazo é formulada, incluindo: orçamento, planejamento financeiro, de vendas e marketing e de capacidade, avaliação de riscos e planos de mitigação.

Planos táticos de curto a médio prazo, como pré-construção, produção para estoque e sob encomenda, fabricação por contrato e planejamento de suprimentos, são baseados na execução. 

Prever também facilita atividades importantes de gerenciamento, como avaliação de desempenho, alocação criteriosa de recursos em um ambiente restrito e planejamento de expansão de negócios.

Como se relaciona com a tomada de decisões?

É possível modelar níveis satisfatórios de estoque para produtos individuais em diferentes épocas do ano, bem como determinar quando reordená-lo, o que torna a previsão de demanda uma ótima técnica para desenvolver e dominar. Especialmente no setor de varejo, a implementação desse tipo de prática fica mais fácil se você usar as ferramentas certas. 

Existem muitas maneiras de se basear nos indicadores para tomar as decisões mais acertadas. Por exemplo, o aumento nas reclamações dos clientes é um alerta importante de problemas emergentes na produção, desafios da logística ou atendimento ao cliente. 

Enquanto isso, o forte aumento nas vendas significa que os negócios estão crescendo. O pico pode ser uma anomalia ou o início de uma tendência. Por fim, um bom exemplo é a rotatividade, que deve ser monitorada em tempo real para demonstrar a atividade de vendas no momento.

Todos esses indicadores são usados ​​para medir as atividades atuais, passadas e futuras, permitindo um melhor gerenciamento de inventário e da cadeia de suprimentos.

Quais os métodos de previsão de demanda?

Uma das etapas mais importantes do processo é a seleção dos métodos apropriados para a previsão de demanda. Eles estão divididos em qualitativos e quantitativos, conforme mostramos abaixo.

Métodos qualitativos

As seguintes técnicas estão inclusas nos métodos qualitativos.

Técnica Delphi

Um painel de especialistas é nomeado para realizar a previsão da demanda do segmento específico.

Então, cada um lê a sua previsão e, durante o processo, é influenciado pelos demais. Uma nova previsão é feita por todos os participantes, e o ciclo é repetido até que cheguem a um consenso.

Opinião da força de vendas

O gerente de vendas solicita de cada vendedor informações da demanda esperada. Cada um avalia suas respectivas regiões e categorias de produtos e fornece a expectativa.

Eventualmente, o gerente de vendas agrega todas as demandas e gera a versão final da previsão após o julgamento da administração.

Pesquisa de mercado

Aqui, são implementadas pesquisas específicas com o cliente para gerar demanda potencial. Geralmente, são feitas na forma de questionários que buscam diretamente informações pessoais, demográficas, de preferência e econômicas dos clientes finais. 

Como esse tipo de pesquisa é realizado com base em amostragem aleatória, é necessário ter cuidado em termos de regiões, locais e dados demográficos do cliente final. O método pode ser benéfico para divulgar produtos com pouco ou nenhum histórico de demanda.

Métodos quantitativos

Agora, conheça as técnicas utilizadas nos métodos quantitativos.

Projeção de tendências

O método de projeção é colocado em prática de maneira eficaz em empresas com um grande histórico de dados de vendas, geralmente de mais de 18 a 24 meses.

Dados históricos geram uma série temporal que representa as vendas passadas e a demanda projetada para uma categoria de produto específica em condições normais por um método de plotagem gráfica ou pelo método dos mínimos quadrados.

Técnica barométrica

É baseada no princípio de registrar eventos no presente para prever o futuro. No processo de previsão de demanda, isso é realizado por meio da análise dos indicadores estatísticos e econômicos. 

Normalmente, para gerar a previsão de demanda, os analistas implementam análises estatísticas como séries principais, simultâneas ou atrasadas.

Técnica de previsão econométrica

A previsão econométrica utiliza equações matemáticas complexas para estabelecer relações entre demanda e fatores que influenciam a demanda. Uma equação é derivada e ajustada para garantir uma representação histórica confiável. Finalmente, os valores projetados das variáveis ​​influentes são inseridos na equação para gerar uma previsão.

Como escolhê-los?

A demanda pode ser prevista usando vários métodos, como mencionamos acima. Cada um tem seus próprios prós e contras. Portanto, é muito importante escolher sabiamente, com base no produto, tamanho do mercado, posição do concorrente e fator de custo. 

No entanto, independentemente de um método de previsão de demanda, existem alguns critérios que precisam ser atendidos. Confira.

Precisão

É o principal requisito para uma boa previsão de demanda. Para obter uma informação precisa, é essencial verificar a qualidade das previsões anteriores em relação ao desempenho atual e das previsões atuais em relação ao desempenho futuro.

Aceitabilidade

É importante ter um bom entendimento e confiança na técnica escolhida. A aceitabilidade e a compreensão melhoram a precisão da previsão e as futuras tomadas de decisão.

Durabilidade

As previsões com base nos dados anteriores não podem ser usadas por um longo período de tempo. 

A durabilidade do poder de previsão de uma função de demanda depende, em parte, da razoabilidade e simplicidade das funções ajustadas, mas, principalmente, da estabilidade dos indicadores medidos no passado. 

Flexibilidade

A flexibilidade da função de demanda a torna mais genérica e é configurada facilmente para uma variedade de requisitos de previsão — um conjunto de variáveis ​​cujo coeficiente é ajustado periodicamente para atender às condições de mudança de uma maneira mais prática, a fim de manter o procedimento rotineiro de previsão em segurança.

Disponibilidade

O atraso nos resultados afeta negativamente as decisões gerenciais. Por isso, a disponibilidade imediata de dados é vital. As técnicas empregadas devem ser capazes de produzir resultados significativos rapidamente.

Economia

O custo é uma consideração primária que deve ser ponderada em relação à importância das previsões para as operações comerciais. Exemplo disso são as economias geradas por ações de prevenção de perdas.

Simplicidade

Modelos estatísticos e econométricos são certamente úteis, mas muito complexos. O ideal é que o procedimento seja simples e fácil, para que a gerência aprecie e entenda por que foi adotado pelo previsor.

Consistência

O previsor precisa lidar com vários componentes que são interdependentes. Ou seja, deve fazer um ajuste em um para alinhá-lo com a previsão de outro, de modo que o resultado seja consistente.

O método ideal é aquele que gera retornos sobre o custo com precisão, é razoável, formalizado por períodos razoavelmente longos, adapta-se a novas circunstâncias e pode fornecer resultados atualizados. 

É possível tentar um ou outro método, dependendo do seu objetivo, disponibilidade de dados, urgência, recursos que pretende dedicar e tipo de mercadoria cuja demanda deseja prever.

Como coletar os dados?

A previsão de demanda requer a coleta de dados primários ou secundários. Os primários são aqueles coletados por meio de observação, entrevistas e questionários para uma pesquisa específica. Já os dados secundários se referem aos coletados no passado, mas podem ser utilizados no cenário atual ou no trabalho de pesquisa.

O método de observação é aquele no qual a população de interesse é percebida para descobrir fatos e números relevantes. Observar uma pessoa é uma arte, porque requer habilidades especiais para estudar o comportamento. Um indivíduo comum observa algo apenas por uma questão de interesse, enquanto um pesquisador o faz por um motivo específico e com o uso de técnicas.

Outra forma de coletar dados é por meio das informações contidas em balanços e registros de vendas. Elas são úteis para realizar uma análise de tendência dos dados e prever o crescimento geral de uma empresa no futuro. Também ajudam a decidir se o negócio está seguindo o caminho certo para alcançar sua visão.

Como a Simplus auxilia nessa questão?

A plataforma desenvolvida pela Simplus oferece mais que um mero cadastro qualificado: o sistema captura, valida e distribui mais de 160 informações e imagens de produtos com garantia de qualidade para canais de venda sem que você precise preencher diversas fichas ou investir em uma estrutura interna própria para distribuição de imagens. 

O conteúdo é disponibilizado para varejos, parceiros, aplicativos e marketplaces. São informações indexadas com atualização automática, disponibilidade, qualidade e padronização, o que faz a sua equipe ganhar mais produtividade.

Como você viu, a previsão de demanda é uma técnica que analisa dados históricos para estimar tendências futuras. Ela ajuda a informar quantas unidades precisam ser solicitadas, impedindo que as empresas gastem dinheiro em estoques que não serão vendidos.

É uma ferramenta poderosa para negócios que estão se expandindo para novos territórios com demanda flutuante, mas muitas empresas ainda lutam para compreender a demanda corretamente no processo de reposição do dia a dia.

A previsão eficaz tem uma importância primordial para o planejamento de atividades de negócios e pode se tornar um divisor de águas para qualquer setor. Afinal, ajuda a empresa a gerenciar efetivamente o planejamento de estoque e da produção, as atividades de vendas e marketing, os esquemas promocionais e a satisfação do consumidor.

Por fim, o cliente deve estar no centro de todo o processo, e é a responsabilidade principal da cadeia de suprimentos fornecer o produto certo no momento certo. Assim, a previsão de demanda garante que ele esteja disponível em quantidade suficiente para atender os pedidos dos clientes em tempo hábil.

Que tal adotar um sistema digital e automatizado de cadastro de produtos? Somos a primeira plataforma de informações e imagens de produtos com garantia de qualidade do Brasil. A Simplus utiliza fichas de cadastro que são geradas automaticamente ou integradas ao ERP. Entre em contato conosco agora mesmo!

Cases de sucesso Simplus
Você também pode gostar

Deixe um comentário