Confira 6 melhores dicas para otimizar imagens no seu e-commerce

otimizar imagem
6 minutos para ler

Saber como melhorar a qualidade das fotos que serão incluídas no seu site é uma estratégia que ajuda a criar cenários de valor e causar um impacto visual mais forte no consumidor. Como consequência, o seu e-commerce tem mais visitas e aumentam as chances de vender mais. Esse tem sido o grande desafio das lojas virtuais.

Mas para isso acontecer, você precisa dominar técnicas específicas que ajudam a otimizar a imagem, como a seleção dos melhores ângulos, a definição do tamanho e formato de arquivos mais adequados, a escolha da palavra-chave etc. Trata-se de uma forma de oferecer uma experiência nova e incrível para o público, proporcionando novas sensações. Com isso, há mais chances de ele prosseguir na página e concluir uma negociação.

Mas afinal, por onde começar? Você sabe como tirar boas fotos dos produtos que pretende exibir? Neste post, você vai conhecer o papel das fotos no e-commerce e como otimizar essas imagens de forma eficiente. Acompanhe a leitura e confira detalhes!

1. Atente para a palavra-chave

A escolha das palavras-chave deve ser feita com cautela. Elas exercem um papel de destaque para causar uma boa impressão no público e influenciam diretamente para um bom posicionamento nas buscas orgânicas. Nesse sentido, a estratégia é utilizar termos criativos, interessantes, que explorem as tendências do momento e que tragam sensações positivas no público. Você pode pesquisar pela quantidade de buscas e a competitividade, levando em conta a imagem desejada.

2. Altere o nome do arquivo

Geralmente, ao se tirar uma foto ou gravar um vídeo, a configuração do dispositivo cria o próprio nome do arquivo de maneira automática. Na maioria das vezes, a descrição se compõe de um código numérico, como é o caso de exemplo: DSC0010. Trata-se de uma situação comum com celulares, câmeras e tablets.

No entanto, o problema está em manter esse nome e fazer o upload da imagem com essa descrição, sem alterá-la. O erro pode prejudicar muito o desempenho do seu e-commerce, uma vez que a descrição influencia na busca pelo conteúdo e faz com que a página caia muitas posições no ranqueamento orgânico. Nesse sentido, o ideal é alterar o nome do arquivo, de forma que seja descritivo.

3. Mude o formato e o tamanho do arquivo

O formato e o tamanho do arquivo também influenciam no desempenho e geram impactos negativos na atuação de SEO (Search Engine Optimization), ou seja, causa a baixa performance na busca orgânica. O ideal é optar pelo formato de arquivo JPEG, uma vez que é possível comprimir as imagens, tornando-as menores, mas sem comprometer a qualidade. O formato PNG também é uma boa escolha, pois permite a redução do tamanho, mantendo a qualidade.

Portanto, antes de carregar a imagem na página, certifique-se de utilizar um tamanho mais compacto, de modo a evitar a demora no carregamento do site, prejudicando a boa experiência do usuário. Ele pode simplesmente fechar a página e não retornar mais. Afinal, ninguém gosta de esperar até o site carregar e poder navegar.

4. Mantenha o foco no produto

Não utilize elementos extras que possam vir a desfocar a atenção do usuário no produto oferecido no e-commerce. O que importa é apresentar aos usuários o produto que está sendo exibido e comercializado, com as suas funcionalidades e especificações técnicas.

É possível utilizar elementos secundários, desde que não sejam mais chamativos do que o produto principal. Use recursos criativos, férteis e inovadores. Você pode incluir outras imagens para contextualizar o produto e suas funções, por exemplo. De qualquer forma, essas fotos secundárias devem ser exibidas depois da imagem principal, para não afetar a visualização total do item e interferir nos resultados esperados.

Um exemplo é a venda de vestuários para pessoas que praticam esportes. Após o posicionamento do produto, você pode incluir fotos de academias ou locais ao ar livre para contextualizar a venda e trazer mais intensidade ao produto.

5. Tire fotos em diferentes ângulos

A diferença entre a compra online e a física é que o cliente não tem a possibilidade de manusear o produto pessoalmente e conferir, de perto, as características e funcionalidades da mercadoria.

Uma alternativa é tirar fotos de diversos ângulos para que o consumidor consiga visualizar todos os atributos e detalhes do item que está sendo exposto para a venda e avaliar com mais riqueza de detalhes. É uma forma de aproximar o usuário da compra física, considerada mais real e segura, nesse sentido. Compartilhe fotos de cima, dos lados e de tudo o que for relevante para convencer o usuário sobre a compra do produto. O ideal é exibir, no mínimo, 3 fotos.

6. Escolha um bom cenário

Prepare com cuidado o ambiente onde o produto estará inserido. O cenário contribui para atrair a atenção do público-alvo e para criar um contexto mais real e interessante. O recomendado é optar por um fundo branco ou transparente, porque permite que o cliente foque no produto e não desvie a atenção para detalhes do cenário.

De qualquer forma, essa dica não é absoluta. Você pode sair do comum e utilizar cenários com cores chamativas e com iluminação forte, desde que isso não influencie a exibição do produto. O objetivo não é roubar a atenção do consumidor. Lembre-se que o fundo da foto deve ser um plus para aperfeiçoar a ideia de venda do produto. Ou seja, o foco deve ser o item oferecido.

Não construa uma estratégia engessada e igual a todos. Inove na edição de imagens, mas sem perder a identidade da marca. Use a sua criatividade para alavancar a sua loja virtual. Caso ache necessário, você pode contratar um profissional especialista nesse assunto que dispõe de recursos avançados para otimizar imagem, podendo entregar os melhores resultados. Lembre-se que o apelo visual é um diferencial para atingir as sensações do público-alvo e incentivá-lo a comprar os produtos do seu e-commerce.

Essas são as principais dicas para otimizar as imagens em seu e-commerce. Quer causar mais impactos positivos para a sua marca? Então, entenda como funciona o lançamento de produto e saiba como obter resultados incríveis!

Cases de sucesso Simplus
Você também pode gostar

Deixe um comentário