Marketplace ou loja virtual? Descubra qual a escolha certa para você!

marketplace ou loja virtual
6 minutos para ler

Está em dúvida sobre escolher entre marketplace ou loja virtual para a sua marca na internet? Esse é um questionamento recorrente entre os lojistas e comerciantes e que, a princípio, confunde quem não tem muito conhecimento sobre essas duas alternativas.

Por isso, o primeiro passo é distinguir esses dois tipos de e-commerce. O marketplace é uma plataforma de uma grande empresa que cede seu espaço para que vários vendedores ofereçam seus produtos. Já a loja virtual é um site onde somente uma única marca comercializa os seus itens.

Com isso esclarecido, trouxemos um comparativo sobre as principais diferenças entre realizar vendas nesses dois espaços online. Confira!

Liberdade para gerenciar as vendas

Quem precisa de mais liberdade no gerenciamento das vendas, geralmente, opta pela loja virtual porque com ela é mais fácil aplicar as estratégias de venda que bem preferir. Além disso, a marca não terá nenhuma concorrência direta no site, já que é a única que ocupará todo o espaço.

Já em um marketplace, podem existir diversas regras e políticas quanto às vendas que o vendedor deverá cumprir à risca se quiser continuar fazendo parte da plataforma. O frete, por exemplo, é um dos itens que é a própria plataforma que calcula — o que causa bastante reclamação entre os clientes.

Manutenção

Na disputa entre marketplace ou loja virtual, a primeira opção é a vencedora no quesito manutenção. Isso porque o vendedor que aderir à plataforma de vendas não precisará se preocupar com esse tipo de problema em sua loja, já que estará a cargo da responsável pelo espaço cedido a ele. Em contrapartida, ficará mais suscetível a sofrer toda vez que o site cair.

Na contramão, uma loja virtual têm custos maiores com a manutenção. Isso dá a ela, no entanto, mais liberdade para lidar rapidamente com imprevistos como o site fora do ar. Como a volta dele só depende da proatividade do vendedor em resolver o problema, ele pode ser resolvido rapidamente.

Personalização

Nesse quesito, quem oferece mais vantagens é a loja virtual, porque ela permite adicionar ferramentas, modificar o layout e outras diversas medidas personalizadas para atender o público-alvo de forma ainda melhor — o que quase não é possível em um marketplace.

No marketplace, as opções personalizáveis são muito mais escassas. Então, cabe ao vendedor que optar por esse espaço online se contentar com o design padrão da plataforma e a ter uma loja praticamente igual à de todos os seus concorrentes.

Tráfego

Uma das maiores vantagens do investimento em um marketplace é o alto tráfego, já que os consumidores já têm o costume de fazer pesquisas nessas plataformas. Muitas delas têm números gigantes de visualizações por mês e, por isso, a marca em questão pode entrar no radar de quem está realmente interessado em comprar.

No caso das lojas virtuais, o tráfego pode ser um problema — principalmente no começo. Como as pessoas não conhecem a marca ainda, será necessário investir em outras estratégias para levá-las até a loja e fazer com que elas se interessem, de fato, pelos produtos oferecidos.

Visibilidade

A visibilidade de um marketplace costuma ser muito superior, já que as plataformas investem pesado em divulgação e apresentam muito mais opções de produtos. A loja virtual, por sua vez, precisa de muito mais tempo para amadurecer até consolidar a marca no mercado e junto ao consumidor.

Além disso, toda a estratégia de divulgação da loja virtual fica a cargo dos seus responsáveis — o que pode ou não ser um bom negócio, já que com um marketing bem-feito a ela consegue ser muito mais reconhecida do que se estivesse em um marketplace.

Infraestrutura

É fato que a infraestrutura de um marketplace é muito maior. Por conta disso, a customização e preparação da marca para começar a vender os produtos pode ser feita de forma muito mais rápida. Para o vendedor que está começando ou que não se importa muito com a diferenciação em relação à concorrência é uma boa saída.

Por outro lado, a loja virtual pode contar com uma infraestrutura mais enxuta, e cabe ao vendedor todo o trabalho de montá-la. Além disso, o investimento sobre ela também estará sob sua responsabilidade, o que inclui a implementação dos meios de pagamento, a segurança, custos logísticos e a aquisição de uma boa plataforma que se mantenha no ar 24 horas por dia sem interrupção.

Segurança

A segurança nas vendas é um dos maiores fatores para qualquer consumidor decidir comprar online. Nesse quesito, as plataformas de marketplace oferecem todos os protocolos que são necessários para que a compra seja realizada de forma segura e já oferece todas as formas de pagamento disponíveis. Além disso, o vendedor conta com o SAC da própria empresa caso precise de alguma ajuda.

Em uma loja virtual, o ambiente também é seguro, mas a desvantagem é que o vendedor terá que arcar com todos os processos de segurança e, muitas vezes, ter um investimento contínuo para que não surjam falhas — principalmente na hora do pagamento ou com vazamento de dados dos clientes.

Concorrência

No marketplace, a alta concorrência costuma ser um problema para um vendedor, já que as outras marcas também ocuparão o mesmo espaço. Isso exigirá, portanto, uma atenção constante ao seu processo de venda, que sempre precisará ser melhorado — assim como a qualidade do atendimento, que terá que se manter alta, já que há classificação constante.

Em uma loja virtual, como dito anteriormente, todo o espaço do site ficará disponível para a própria marca. Isso, por si só, já é uma grande vantagem, mas que vem acompanhada de um grande ônus, que é o constante investimento em propaganda e divulgação para que a empresa se mantenha relevante no mercado.

Depois de conhecer todas as características desses tipos de e-commerce, você ainda está se perguntando se é melhor escolher marketplace ou loja virtual? Para resolver essa questão, é preciso estudar o cenário atual da sua empresa e, em seguida, levar em consideração os pontos positivos e negativos de cada um. Só assim será possível ter certeza de qual deles o atenderá melhor.

Gostou do assunto deste texto? Então aproveite para curtir a nossa página no Facebook e receber notificações de mais conteúdos tão relevante quanto este diretamente no seu feed de notícias.

Cases de sucesso Simplus
Você também pode gostar

Deixe um comentário