Entenda a importância da gestão de dados na estratégia do seu e-commerce!

6 minutos para ler

O uso da gestão de dados para facilitar a tomada de decisões e entender a situação da empresa já é uma prática comum em diversos nichos de negócio. Para e-commerce, também é uma abordagem muito válida e capaz de trazer excelentes retornos, aumentando as vendas e melhorando a qualidade do atendimento ao consumidor.

Neste post, vamos demonstrar como a gestão de dados pode ajudar de maneira prática a estratégia do seu e-commerce, mostrando as diversas aplicações.

Se você tem interesse em melhorar seus resultados, continue a leitura!

O que é um plano de marketing?

Para atrair mais consumidores e reforçar a marca diante da concorrência, é importante investir em divulgação. Porém, essa divulgação deve ser feita da maneira correta, voltada para o público-alvo nos canais mais acessados por ele e com um uso inteligente do orçamento.

Com esse intuito, é criado um plano de marketing. Ele consiste no planejamento de todas as ações a fim de determinado objetivo, seja o aumento na carteira de clientes ou no faturamento, por exemplo.

Esse planejamento é melhor desenvolvido quando se baseia em informações concretas sobre os clientes, suas preferências e necessidades. Com base em dados, é possível direcionar as ações e ter um melhor retorno sobre o investimento aplicado.

Como funciona a gestão de dados?

A gestão de dados pode ser definida como a coleta, manutenção e uso de informações de maneira eficiente e com segurança. Essa base de informações ajuda os CEOs a entenderem melhor as situações enfrentadas pela empresa e a realidade do mercado, conseguido assim o máximo de benefícios.

Quando falamos de e-commerce, essa gestão ajuda não só a pensar no plano de marketing. Ela ajuda a ter uma visão holística do negócio, integrando diversos setores e obtendo insights.

Como a gestão de dados pode tornar as decisões mais acertadas?

Dados compilados e organizados ajudam a entender a realidade do mercado e como o negócio está inserido nesse contexto. A partir dessas informações, é possível compreender os produtos mais pedidos, o comportamento do consumidor e as novas tendências, obtendo uma visualização muito clara de qual caminho deve ser seguido para obter bons resultados.

Gigantes do varejo já contam com estratégias baseadas em dados para diferentes decisões, como a escolha dos pontos de venda e as ações de distribuição. Uma pesquisa realizada pela Gartner mostrou que diretores de marketing investiram quase um décimo do orçamento do setor em análise de dados, tornando-a prioridade dentro de suas estratégias.

Quais são as principais ferramentas a serem implantadas

Para o exercício da gestão de dados, é importante contar com ferramentas que funcionarão como verdadeiros suportes, tanto para a extração como para a análise dessas informações. A tecnologia traz uma grande ajuda nesse sentido, afinal, é por meio dela que essas referências podem ser obtidas e organizadas de maneira inteligente e alinhada aos objetivos e necessidades da empresa.

ERP

Soluções como ERPs ajudam na automatização de processos, diminuindo a carga manual de trabalho e dando uma visão completa de todas as atividades de um e-commerce, permitindo o acesso aos dados e confrontando essas informações. Melhor ainda se o ERP estiver hospedado na nuvem, o que aumenta a acessibilidade e a segurança dos dados.

Com os ERPs é possível acompanhar o fluxo de caixa, gerir o estoque, acompanhar os pagamentos, entender quais são os meios preferidos pelos consumidores (cartão, boleto, débito em conta etc.), entre outras referências essenciais para uma boa gestão.

CRM

Ferramentas de CRM, ou Customer Relationship Management, auxiliam na gestão do relacionamento com o cliente e também são uma fonte importante de informações. Geralmente, essas soluções trazem interfaces de automação de marketing, ajudando a trabalhar a base de leads e a comunicação com esses consumidores.

Mesmo que não tenham essas funcionalidades, os CRMs sempre permitem o registro de dados e o histórico dos clientes. Assim, o empreendedor pode observar quais são as preferências e dificuldades do consumidor, obtendo um perfil mais preciso e oferecendo um atendimento mais personalizado.

Alguns CRMs são integrados com ERPs, o que dá ao administrador uma visão muito clara do negócio como um todo, encontrando assim os pontos de partida para uma tomada de decisões mais centrada.

Análise web

O site do seu e-commerce não serve apenas para expor os produtos e viabilizar os pagamentos. Ele também pode ser usado como fonte de dados, a partir da observação do comportamento do visitante dentro das páginas.

Com a ajuda do Google Analytics, é possível observar o tempo gasto em cada local do site, abandonos de carrinho, desistências no pagamento, produtos mais visitados, entre outros. Essas informações permitem compreender o que chama mais a atenção do visitante, quais itens despertam o interesse e o que está impedindo a conversão em vendas.

Análise comportamental

Ferramentas de análise comportamental dão uma visão mais clara sobre o que os clientes fazem, do que gostam e como tomam decisões. Com base nessas informações valiosas, é possível estruturar não só uma cartela de produtos interessante, como pensar em ações de marketing realmente efetivas e capazes de trazer um bom retorno.

Há diversas soluções para isso, que avaliam desde dados demográficos, pesquisas realizadas pelo público-alvo, estruturação do funil de vendas, entre outras referências.

Gestão de redes sociais

As redes sociais são um ponto de contato importante com o seu público. Elas servem não só para você informar novidades e promoções, mas também para o cliente obter um bom atendimento, fazer reclamações e até mesmo mostrar o que está buscando no momento.

Administrar todas não é tarefa fácil, mas com a ajuda das ferramentas certas, elas serão uma excelente fonte de dados. Acompanhe interações, compartilhamentos e retornos, tanto das postagens como pelas mensagens diretas.

Lembre-se que o consumidor deve ser sempre o foco do seu negócio, e usar as redes sociais para estreitar o relacionamento é uma estratégia inteligente e que aproveita o melhor que essas plataformas são capazes de oferecer.

A gestão de dados traz os direcionamentos necessários para uma administração de e-commerce mais precisa e madura. A riqueza de dados também pode ser aplicada quando falamos da descrição de produtos, com todas as referências necessárias para que o cliente conheça bem o item, mesmo sem tocá-lo fisicamente. Neste ponto, a Simplus é a melhor solução, disponibilizando cadastros completos e confiáveis.

Entre em contato conosco, conheça mais sobre a Simplus e saiba como podemos ajudar!

Cases de sucesso SimplusPowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário