Conheça 6 melhores ferramentas para varejo que você deve adotar

6 minutos para ler

Na atualidade, gerenciar e investir em ferramentas para ganhar eficiência se tornou essencial. Em outras palavras: é como administrar o estoque, a logística ou o atendimento.

Desse ponto de vista, boas decisões de investimento ajudam a otimizar os processos e tem influência estratégica, pois influenciam a produtividade, a lucratividade e a competitividade do negócio.

Por outro lado, as consequências de não adotar soluções mais funcionais e efetivas são, principalmente, perder a eficiência operacional e a capacidade de inovar, o que prejudica as ações desenvolvidas para aumentar as vendas e a participação no mercado. Portanto, continue a leitura e defina quais delas são prioritárias nesse momento do seu negócio.

1. Plataformas digitais

O e-commerce se tornou um braço indispensável para o varejo, que se transformou completamente nos últimos anos, conforme o ambiente digital passou a ser incorporado ao cotidiano do consumidor.

Por isso, praticamente não existe um setor do varejo que opere sem o uso de plataformas digitais, como as de marketplace. Elas são usadas com as mais diversas funções e ajudam, principalmente, na logística, no atendimento, aumentando a eficiência, a qualidade e a produtividade.

2. Sistemas de ERP

Os “Enterprise Resource Planning”, ou sistemas integrados de gestão, surgiram em uma época na qual os departamentos e unidades das empresas funcionavam de forma totalmente independente, cada um com seus cadastros e processos, que nem de longe operavam com a sinergia e o fluxo dinâmico que observamos na atualidade.

Por isso, essas soluções foram fundamentais para evitar problemas de estoque, por exemplo. Imagine a quantidade de erros que ocorriam com a necessidade de baixa manual dos itens vendidos, isso sem contar o impacto dessa tarefa na diminuição da produtividade.

Essas ferramentas se modernizaram e hoje formam a base estrutural para que outras tecnologias possam ser incorporadas e integradas, sendo fundamentais para suportar a inovação e a transformação digital.

3. Ferramentas de automação

A automação está presente na maioria das tecnologias aplicadas ao varejo, mas algumas delas têm a função quase que exclusiva de assumir tarefas operacionais viabilizando ações como o remarketing e o retargeting, o autoatendimento e até pé algumas ações de segurança, como os backups automáticos.

No lugar dos robôs com forma humana que imaginávamos nas décadas passadas, a maioria das soluções autônomas tem a forma de softwares que, com a incorporação da inteligência artificial, oferecem ganhos exponencialmente superiores aos investimentos necessários à implantação.

4. Ferramentas de fidelização

Quando pensamos em ferramentas de fidelização, os CRM logo vêm à mente da maioria das pessoas. Além disso, do mesmo modo que ocorre com a automação, boa parte das soluções disponíveis também influenciam na fidelização.

Powered by Rock Convert

Contudo, a variedade dê opções dedicadas a esse objetivo é enorme, incluindo os cartões fidelidade, cupons de desconto compartilhados para campanhas nas redes sociais e assim por diante.

Essas ferramentas se tornaram indispensáveis em razão da necessidade de engajar o consumidor, uma vez que os clientes se tornaram influenciadores uns dos outros, pois eles trocam experiências de compra, avaliam produtos e serviços e, quando estão descontentes, não se constrangem e divulgar isso nos sites de reclamação e nas páginas da empresa.

Além disso, a informação é um recurso de grande importância para a fidelização, especialmente as relacionadas aos hábitos e comportamentos do cliente. Os dados são a matéria-prima da Transformação Digital, que mudou a forma Como usamos a informação com objetivo de entregar um valor superior para o consumidor e, desse modo, garantir a competitividade no varejo, na indústria e nos serviços.

5. Ferramentas de atendimento 

O atendimento também está sendo revolucionado com novas ferramentas como a inteligência artificial, chatbots, os assistentes virtuais, as plataformas de Marketplace e outros recursos que automatizam e aprimoram o atendimento.

Especialmente em decorrência do isolamento social, algo que não prevíamos e com qual não gostaríamos de precisar lidar, independentemente da avaliação individual que possamos fazer sobre os limites e que precisamos nos impor para superar o problema, o fato é que o atendimento virtual se tornou uma necessidade urgente para a imensa maioria dos negócios de varejo.

Ainda que não tenha ocorrido de forma planejada, a adoção de plataformas digitais cresceu de forma acelerada nos últimos meses. Até mesmo reuniões legislativas e consultas médicas, que envolvem setores mais resistentes a mudança, passaram a ocorrer virtualmente por meio da Assembleia Virtual e da telemedicina. Esses exemplos são apenas para evidenciar que as pessoas estão mais abertas a experimentar as novas formas de atendimento e autonomia, proporcionadas pelas ferramentas que a viabilizam.

6. Ferramenta de cadastro de produtos

Esse cenário que acabamos de descrever ao apresentar as ferramentas acima, que envolve uma profunda mudança nos hábitos e comportamentos do consumo, remete a observação de que a integração entre departamentos de unidades, proporcionada pelos sistemas de gestão, são agora apenas a base estrutural das empresas modernas que precisam da integração estendida para toda a cadeia produtiva.

Como consequência dessa dedução, precisamos concluir falando sobre cadastro de produtos, pois os itens comercializados são o elo entre a indústria e o varejo que, por sua vez, são os principais agentes da cadeia produtiva que estão inseridos. Isso faz com que os sistemas para divulgar produtos assumem um papel importante entre as ferramentas disponíveis para o varejo e a indústria.

Para que esses setores atuem com sinergia, produtividade, qualidade, eficiência e lucratividade, eles precisam trabalhar em conjunto para que o produto e os serviços agregados ofereçam um valor superior ao consumidor final, proporcionando uma experiência de compra de uso única, portanto, com capacidade para gerar o diferencial competitivo necessário ao sucesso do negócio.

Uma boa ferramenta de cadastro de produtos automatiza a distribuição de informações, imagens e demais conteúdos relacionados aos produtos, uma vez que elimina necessidade de envio individualizado desses arquivos. Além disso, ela é fundamental para garantir o padrão dá identidade visual, a fidelidade e a confiabilidade da mensagem transmitida ao consumidor por meio das informações disponíveis sobre cada produto.

Para escolher boas ferramentas para o varejo, também é importante que você seja criterioso na seleção dos seus fornecedores de tecnologia que, devem estar estruturados em termos financeiros, materiais e de pessoal. Uma boa equipe, com talento, comprometimento e capacitada é que vai, efetivamente, fazer a diferença na aplicação de soluções para sua atividade.

Agora que concluímos, conheça a Central Simplus de Informações e Imagens de Produtos e saiba tudo que ela pode fazer pelo seu negócio.

Cases de sucesso SimplusPowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário