O que fazer para aumentar as vendas no e-commerce? Veja 7 estratégias!

6 minutos para ler

Os maiores desafios para aumentar vendas no e-commerce envolvem a conquista de destaque em relação à concorrência, a oferta de uma boa experiência de compra e a capacidade de estabelecer relacionamento e gerar engajamento com os clientes.

No ambiente digital, as manifestações dos clientes são ainda mais impactantes, pois são compartilhadas e podem se tornar virais, espalhando rapidamente informações positivas ou negativas. 

Por isso, as empresas de e-commerce precisam se reinventar sempre para manter a atratividade e adotar estratégias que melhorem a competitividade continuamente, gerando mais negócios e se destacando da concorrência. Confira as estratégias que consideramos determinantes!

1. Comece pela jornada de compra

Por mais bem definido que seja o processo e a sequência de atendimento que você elaborou, o cliente tem sua própria maneira de pesquisar, interagir e tomar suas decisões. Como ele está na internet, pode facilmente fechar páginas, trocar de plataforma, de navegador, de aplicativo, de marketplace e assim por diante.

Sendo assim, se os seus processos de atendimento não estiverem alinhados com a jornada de compra dos consumidores, as chances de abandonarem seu site são grandes. 

As páginas do seu e-commerce precisam responder às perguntas que os leads fazem quando executam suas pesquisas, antes, durante e depois da compra. Além disso, essas respostas precisam chegar a ele pelos meios e nas formas que ele prefere. É por isso que o seu primeiro passo é conhecer tais preferências e expectativas.

2. Ofereça uma experiência única

Quando um visitante navega nas páginas do seu e-commerce ele passa a viver uma experiência, que é influenciada pela facilidade de encontrar o que ele procura, pela rapidez do site, pela qualidade das imagens de produtos e assim por diante.

Cada detalhe se une aos demais para criar um conjunto de impressões, sensações e desejos que, ao final do processo, precisam encantar o comprador, gerar confiança, credibilidade e uma oportunidade para que ele tome a decisão de compra e carregue a imagem de uma marca com a qual vale a pena voltar a fazer negócio. 

É lógico que será preciso concluir o processo com eficiência. Fechado o negócio, a logística e o atendimento de suporte serão fundamentais para confirmar essa boa impressão, cumprindo prazos e entregando o prometido, mas tudo começa na experiência de compra, que deixa uma marca na percepção do consumidor. 

3. Adote o omnichannel

Entre as tendências difundidas na atualidade, o omnichannel está entre os termos mais repetidos e comentados. Afinal, o consumidor usa canais diversos para efetuar a compra e espera que as empresas estejam disponíveis para atendê-lo em cada um deles, com atenção e eficiência. 

No entanto, é preciso evidenciar sempre que não basta estar presente em vários canais. Essa disponibilidade precisa ser efetiva, atenciosa e integrada em cada um desses meios. Aliás, o que diferencia a estratégia omnichannel da de multicanal é, justamente, a ampla integração.

Powered by Rock Convert

Cada canal precisa de informações completas e detalhadas sobre os produtos e o histórico de atendimento, a fim de prestar um serviço com característica de continuidade, no lugar de ações independentes e, muitas vezes, conflitantes, como ocorre nos casos nos quais as equipes da loja física disputam e boicotam a venda online. Por isso, essa estratégia depende da capacidade de liderança e da criação de uma cultura organizacional adequada ao contexto do mercado.

4. Divulgue com eficiência

Muitos comércios tradicionais começaram com pouca divulgação e, mesmo assim, puderam crescer, pois fizeram isso lentamente e com base na famosa propaganda boca a boca e as vantagens de um ponto bem localizado.

No entanto, na internet esse destaque precisa ser conquistado. Uma excelente plataforma, com funcionalidades únicas e atenção a cada detalhes que pode fazer a diferença, não gerará resultados se tiver poucos acessos e, em consequência, não contribuir para divulgar seus produtos

Diferentemente de um bom ponto comercial, as pessoas não passam na frente da vitrine, elas precisam ser atraídas, o que você consegue com anúncios, ajuda de influenciadores e um bom posicionamento orgânico.

5. Aplique conceitos de design

A visibilidade dos seus produtos depende de uma boa disposição, bom gosto e qualidade no design, mas ele vai além de imagens bem distribuídas e com qualidade. Atualmente, um bom design envolve a criação de um ambiente funcional e dinâmico, que seja amigável, intuitivo e responsivo, ou seja, que garanta uma boa navegação em qualquer dispositivo, seja um smartphone, seja um tablet, seja um computador. 

6. Aplique o Remarketing e o Retargeting

O remarketing e o retargeting também são recursos poderosos para fechar negócios. Especialmente, porque os visitantes tendem a protelar a decisão de compra, seja porque não têm urgência, seja porque querem pesquisar mais, seja por qualquer outro motivo. Se eles não forem lembrados e estimulados pelas suas ações de marketing, tudo que ele viu nas suas páginas pode produzir o efeito de prepará-lo para a concorrência. 

Na prática, ele pesquisa o que precisa no seu site, consegue as informações de que necessita e depois de uns dias volta ao Google, acaba encontrando um concorrente e fecha o pedido. É por isso que você precisa identificá-los e estimulá-los por meio de estratégias como o remarketing e o retargeting. 

7. Adote uma comunicação eficiente

Garantir a eficiência na transmissão de uma mensagem é fundamental em um e-commerce. Um bom cadastro de produtos, com uma descrição detalhada de cada item é a base para reunir as informações necessárias para desenvolver alcançar a excelência na comunicação.

A valorização da imagem de cada item de seu mix também ajuda a transmitir uma mensagem de qualidade e confiabilidade, além de ser útil para ele, ou seja, ajuda o cliente a avaliar e decidir.

Por tudo isso, aumentar vendas depende diretamente de uma solução capaz de disseminar e garantir a confiabilidade das informações sobre os seus produtos. Além disso, esses detalhes precisam estar acessíveis para todos os envolvidos no processo, da indústria ao varejo, o que deve ser disponibilizado de forma automática, agilizando os processos e evitando erros.

Para aumentar vendas no e-commerce, o melhor é poder contar com uma central de informações sobre os seus produtos, que facilita os lançamentos, o compartilhamento e acelera os negócios. 

Saiba mais sobre a Simplus! A plataforma estratégica para qualquer e-commerce!

Cases de sucesso SimplusPowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário